Sugestão de Jogos e Brincadeiras para o Ensino Fundamental

jan 27



Boa noite amigos,

 

segue as sugestões de jogos e brincadeiras para o ensino fundamental

 

TROMBA DO ELEFANTE

O professor prende no quadro, com fita adesiva, o desenho de um elefante, sem a tromba. Então, o professor escolhe um aluno para iniciar a brincadeira.

Chegando a frente, coloca-lhe uma venda nos olhos e entrega-lhe o desenho da tromba do elefante, com fita adesiva no verso, pedindo a esse aluno que tente colocar a tromba no lugar certo.

Ao sinal de início, o aluno, com os olhos vendados, dirige-se ao quadro para tentar colocar a tromba no elefante. A brincadeira continua, com cada aluno tentando colocar a tromba no lugar certo.

Será vitorioso, o aluno que conseguir pregar a tromba no lugar, ou mais próximo dele.

 

BAMBOLÊ

Em um espaço amplo, distribuir bambolês às crianças para que possam experimentar diferentes maneiras de girá-los pelo corpo sem derrubá-los.

 

EMPINAR PIPAS

Este é um brinquedo originário da China, confeccionado com papel de seda colorido. As crianças poderão confeccionar suas pipas na escola ou trazê-las já prontas.

Empiná-las em um ambiente amplo e sem fios de alta tensão ou árvores por perto, realizando movimentos de puxar ou soltar a linha, conforme a intensidade do vento.

 

CINCO MARIAS

O jogador terá cinco saquinhos pequenos feitos de pano e cheios de areia. Ele deverá pegar quatro saquinhos e jogá-los no chão ficando com apenas um na mão. Este que estará em sua mão, deverá ser jogado para cima e, enquanto estiver no ar, deverá pegar rapidamente um daqueles que está no chão. Na próxima jogada, a criança deverá jogar um saquinho para cima e tentar pegar dois do chão de uma só vez, continua assim até o último saquinho.

 

 

ROUBA MALHA

            A professora divide os alunos em grupos e marca na mão de cada criança do grupo uma cor. Após isso, divide os alunos em duas equipes que estarão posicionadas uma de cada lado. Entre as duas equipes estará, no chão, um paninho (a malha). Ao ouvirem o comando do professor, que falará o nome de uma cor, as crianças que estiver com a cor falada pelo professor marcada em suas mãos correm para tentar “roubar” a malha. Ganha a equipe que pegar mais vezes a malha do chão.

 

ACORDA URSO

            Uma criança do grupo é escolhida para ser o “urso” que estará dormindo dentro de um grande círculo desenhado no chão. As outras crianças deverão se aproximar do urso bem devagarzinho e gritar: Acorda urso!!!Quando estiverem em sua frente. Nesse momento, o urso levanta-se e corre atrás das outras crianças. Quem for pego, também vira urso.

 

GATO E RATO

            Forma-se um círculo no qual todos ficam em pé, com as pernas abertas. Uma criança ficará do lado de fora e será o gato, outra ficará dentro da roda e será o rato. O gato tenta entrar na roda e as crianças vão fechando as pernas para impedi-lo de entrar. Quando ela conseguir entrar, o rato foge. Os dois devem ficar passando por entre as pernas dos colegas. Quando o rato for pego, os dois devem ser substituídos.

 

CORRE COTIA

            Com as crianças sentadas em roda, escolhe-se uma para que inicie a brincadeira. Esta deve correr com um lencinho nas mãos em volta do grupo, que deve ficar de olhos fechados, cantando a música. Ao final, enquanto as crianças sentadas em roda estão com os olhos fechados, a que carrega o lencinho escolhe uma e deixa atrás dela o lencinho. A que recebe o lencinho, levanta-se e corre atrás de quem o deixou, que deve sentar no lugar da criança escolhida. Ao sentar, a brincadeira se reinicia.

 

DANÇA do jornal

 Dois pra lá, dois pra cá… A meninada dança cuidando para não rasgar o jornal

IDADE A partir de 5 anos.

O QUE DESENVOLVE Socialização, expressão corporal e percepção de espaço.

MATERIAL Jornal, aparelho de som, CDs ou fitas cassete com músicas de diferentes ritmos.

ORGANIZAÇÃO Em duplas.

COMO BRINCAR Afaste as cadeiras e mesas e distribua as folhas de jornal pelo chão. Cada dupla

fica em cima de uma folha. Coloque a música e as crianças começam a dançar. Não vale sair

de cima do papel nem rasgá-lo. Se isso acontecer, o par sai da brincadeira. Vence quem cumprir

o objetivo. Se algumas crianças não toparem dançar por timidez, convide-as para serem juízes

com você e observar se os colegas não infringem as regras. Uma maneira de incrementar

a atividade é variar os ritmos musicais tocando músicas mais lentas e outras mais agitadas.

 

FORMANDO GRUPOS

Um detalhe vai determinar quem faz parte da equipe

 

IDADE A partir de 6 anos.

O QUE DESENVOLVE Agilidade

de movimentos, atenção,

concentração e socialização.

ORGANIZAÇÃO Livre.

COMO BRINCAR Os alunos devem formar grupos de acordo com uma regra que você estabelece. Você diz:

 

“Atenção, quero um grupo com todos que estão de bermuda” ou “Uma equipe com quem tem cabelo curto e

outra com quem tem cabelo comprido”. E as crianças correm para se reunir. A atividade pode ser incrementada se cada grupo receber uma tarefa. Por exemplo: “Os que estão de camiseta branca devem colocar sobre a minha mesa uma agenda de telefones”.

Essa brincadeira também pode ser feita para determinar a formação de grupos para trabalhos escolares. A atividade dura enquanto a turma tiver interesse.

 

 

URSINHO

O que a criança fizer com o bichinho de pelúcia terá de fazer com o colega

IDADE A partir de 5 anos.

O QUE DESENVOLVE Socialização e afeto.

MATERIAL Um ursinho de pelúcia.

ORGANIZAÇÃO Professor e alunos ficam em pé, em círculo.

COMO BRINCAR O ursinho passa de mão em mão. Cada criança deve fazer alguma coisa com ele. Por exemplo: beijar, abraçar, fazer cócegas. Não vale repetir nem agredir. Assim que todos terminarem, explique que cada um terá de fazer o que fez com o ursinho com o colega da direita. Se um aluno jogou o ursinho para cima, apenas simula fazer o mesmo com o amigo. Pode ser incrementada se cada grupo receber uma tarefa. Por exemplo: “Os que estão de camiseta branca devem colocar sobre a minha mesa uma agenda de telefones”.

Essa brincadeira também pode ser feita para determinar a formação de grupos para trabalhos escolares. A atividade dura enquanto a turma tiver interesse.

 

CORRIDA

As crianças se enrolam num longo fio. Quando todas estiverem unidas, é hora de desenrolar

IDADE A partir de 6 anos.

O QUE DESENVOLVE Agilidade de movimentos, atenção, concentração e espírito de equipe.

MATERIAL Rolos de barbante.

ORGANIZAÇÃO Todos sentados em suas carteiras arrumadas em fileiras. O ideal é ter o

mesmo número de participantes em cada fila.

COMO BRINCAR O primeiro de cada fileira recebe um rolo de barbante. Quando você der o

sinal, ele se levanta, enrola o cordão duas vezes em volta da cintura, entrega o rolo ao colega

de trás e se senta. O segundo pega o carretel, se levanta e faz o mesmo. Assim que o último

termina de se enrolar, inicia o movimento contrário: desenrola o cordão da cintura, enrola a

linha no rolo e passa para o colega da frente. A brincadeira segue até que todos estejam

desenrolados. Vence a equipe que colocar primeiro o rolo arrumado sobre a sua mesa.

O QUE DESENVOLVE Cooperação e percepção visual.

MATERIAL Objetos da sala de aula.

ORGANIZAÇÃO As crianças ficam todas no centro da sala.

COMO BRINCAR Afaste mesas e cadeiras e delimite um quadrado ou um círculo no meio da

sala, onde as crianças devem ficar. Distribua aleatoriamente em cada canto pastas, papéis,

mapas, livros e outros materiais utilizados no dia-a-dia. Escolha uma letra do alfabeto e peça

para a turma procurar coisas cujo nome inicie com essa letra e trazer para você. Vence o canto

que tiver a maior quantidade de objetos pedidos. É importante que você saiba em qual canto

cada objeto estava colocado, pois só assim será possível determinar o vencedor. Depois de

algumas rodadas, peça aos alunos para saírem e redistribua os materiais pelos cantos. Quando

eles voltarem, levarão mais tempo para encontrar o que você pediu. Se o grupo for grande,

forme equipes. No final da brincadeira, peça ajuda à turma para arrumar a sala.

 

CORRIDA DO BARBANTE

As crianças se enrolam num longo fio. Quando todas estiverem unidas, é hora de desenrolar

IDADE A partir de 6 anos.

O QUE DESENVOLVE Agilidade de movimentos, atenção, concentração e espírito de equipe.

MATERIAL Rolos de barbante.

ORGANIZAÇÃO Todos sentados em suas carteiras arrumadas em fileiras. O ideal é ter o

mesmo número de participantes em cada fila.

COMO BRINCAR O primeiro de cada fileira recebe um rolo de barbante. Quando você der o

sinal, ele se levanta, enrola o cordão duas vezes em volta da cintura, entrega o rolo ao colega

de trás e se senta. O segundo pega o carretel, se levanta e faz o mesmo. Assim que o último

termina de se enrolar, inicia o movimento contrário: desenrola o cordão da cintura, enrola a

linha no rolo e passa para o colega da frente. A brincadeira segue até que todos estejam

desenrolados. Vence a equipe que colocar primeiro o rolo arrumado sobre a sua mesa.

 

 

CANTO VENCEDOR

Quem ganha é um dos cantos da classe, em que estão reunidos vários objetos

IDADE A partir de 6 anos.

O QUE DESENVOLVE Cooperação e percepção visual.

MATERIAL Objetos da sala de aula.

ORGANIZAÇÃO As crianças ficam todas no centro da sala.

COMO BRINCAR Afaste mesas e cadeiras e delimite um quadrado ou um círculo no meio da

sala, onde as crianças devem ficar. Distribua aleatoriamente em cada canto pastas, papéis,

mapas, livros e outros materiais utilizados no dia-a-dia. Escolha uma letra do alfabeto e peça

para a turma procurar coisas cujo nome inicie com essa letra e trazer para você. Vence o canto

que tiver a maior quantidade de objetos pedidos. É importante que você saiba em qual canto

cada objeto estava colocado, pois só assim será possível determinar o vencedor. Depois de

algumas rodadas, peça aos alunos para saírem e redistribua os materiais pelos cantos. Quando eles voltarem, levarão mais tempo para encontrar o que você pediu. Se o grupo for grande, forme equipes. No final da brincadeira, peça ajuda à turma para arrumar a sala.

 

 

MÚSICA EM LETRA

O texto não tem sentido. Nem precisa! O que importa aqui é criar uma coreografia bem animada

IDADE A partir de 7 anos.

O QUE DESENVOLVE Percepção auditiva, criatividade, coordenação motora e socialização.

MATERIAL Papel e caneta ou lápis.

ORGANIZAÇÃO A turma se divide em grupos.

COMO BRINCAR Peça aos alunos para criarem uma seqüência de movimentos baseada no texto

abaixo. Depois, eles podem inventar uma melodia.

MIS CLOF DARA DARA TIRO LIRO / CLI CLE CLOF DARA DARA TIRO LÁ / É TCHUNG, É TCHUNG,É TCHUNG / BIRI BIRI SENG CATAFARIUNG / É TCHUNG É TCHUNG É TCHUNG / BIRI BIRI SENG

 

 

SE EU FOSSE…

Aqui os alunos soltam a imaginação dizendo o que gostariam de ser

IDADE A partir de 7 anos.

O QUE DESENVOLVE Identidade.

MATERIAL Perguntas escritas em um papel e lápis ou caneta.

ORGANIZAÇÃO As crianças ficam em duplas.

COMO BRINCAR Uma das crianças de cada dupla inicia fazendo perguntas ao colega.

Se você fosse uma fruta, seria… Se você fosse um filme, uma música, um brinquedo, um lugar,

uma roupa, uma palavra… Ela anota as respostas e pergunta o porquê. Depois, quem fez a

entrevista responde às questões do colega. Terminada essa etapa, a turma forma uma roda e

conta aos demais o que descobriu sobre o amigo. A brincadeira termina quando todos falarem.

 

 

TELEFONE SEM FIO

Idade: a partir de 5 anos

Participantes: 5 ou mais

Regra:
Organizar os jogadores sentados um ao lado do outro em fila.
O primeiro jogador diz uma frase/mensagem no ouvido do colega seguinte. Cada participante após receber a mensagem fala o mais baixo possível no ouvido do colega seguinte até que o ultimo falará em voz alta o que recebeu. A mensagem muitas vezes chega completamente diferente!!!

 

 

 

 

FUI A FEIRA

Idade: a partir de 5 anos
Participantes: 2 ou mais
Regra:
Um jogador diz em voz alta: Fui a feira e comprei.. por exemplo ”maçã”. O jogador seguinte repete a frase do primeiro acrescentando outra mercadoria comprada por exemplo:” batata”, o terceiro jogador repete as mercadorias que os jogadores anteriores disseram e acrescenta mais uma, ganha quem não repetir mercadoria e lembrar todas que foram faladas.

 

BOCA DE FORNO

Primeiro uma pessoa é eleita como “o senhor” , esta pessoa irá dar as ordens na brincadeira ,os demais participantes terão apenas que cumprir suas ordens. A ordem consiste em achar um determinado objeto, caso a criança não consiga encontrar e trazer o objeto pedido ela é obrigada a pagar uma prenda que pode ser cantar ou dançar uma musica, imitar um bicho ou qualquer outra coisa.

Senhor: – Boca de Forno
Crianças: – Forno!
Senhor: – Faz o que eu mandar?
Crianças: – Faço
Senhor: – Se não fizer?
Crianças: – Toma bolo.

Então o Senhor manda que as crianças peguem um objeto.

 

DE HAVANA VEIO UM BARCO

Um jogador diz em voz alta: “De Havana veio um barco carregado de…” e acrescenta o nome de um produto que pode ser transportado por barco. Exemplo: laranja.
O jogador seguinte deve dizer o nome de outra mercadoria que comece com a mesma letra que a primeira, por exemplo: “De Havana veio um barco carregado de lápis”.
Quando um jogador não conseguir lembrar de algum produto que não foi falado será eliminado.
Depois que alguém for eliminado o jogador que ficou por ultimo começa o jogo com outra letra.

 

Subi na roseira
Duas crianças batem a corda, enquanto as outras organizam fila em lados opostos da corda. Entra duas de cada vez, uma de cada fila. Começam a saltar enquanto recitam os versos alternadamente:

Criança 1 : Ai, ai.
Criança 2 : O que você tem?
Criança 1 : Saudades.
Criança 2 : De quem?
Criança 1 : Do cravo, da rosa e de mais ninguém.
Criança 2 : Subia na roseira,
Criança 1 : desci pelo galho,
Criança 2 : Fulano (fala um nome) me acuda, senão eu caio.
A criança 2 sai e entra quem foi chamado. O jogo continua até que todos tenham participado.

Foguinho
As crianças que batem a corda recitam, enquanto outra pula:
Salada, saladinha
Bem temperadinha
Com sal, com pimenta
Fogo, foguinho.
Quando falarem a palavra “foguinho”, começam a bater a corda cada vez mais rápida. Vence quem conseguir pular mais tempo sem esbarrar na corda.

Cobrinha
Duas crianças seguram a corda bem perto do chão, fazendo ondulações para cima e para baixo. As outras crianças fazem uma fila e vão pulando a “cobra”, sem encontrar na corda, que é sacudida cada vez mais rápida. As ondulações vão ficando cada vez mais altas e quem esbarra na corda é desclassificado. Ganha quem “sobreviver” mais tempo.

 

Jogo do Cavalo MATERIAL:
– 1 CAIXA DE OVO (para o tabuleiro)
– 4 TAMPINHAS DE GARRAFAS DE PLÁSTICO DE CORES DIFERENTES
– DESENHO DO CONTORNO DO CAVALNHHO FEITO DE PAPEL(A QUANTIDADE DE CAVALINHOS DEPENDE DA QUANTIDADE DE TABULEIROS QUE VOCÊ CONFECCIONAR!).
– CONFECCIONAR 1 DADO DE PAPEL,NAS FACES DO DADO, DEVERÁ ESTAR AS CORES DAS TAMPINHAS UTILIZADAS

REGRAS:
CADA ALUNO ESCOLHE QUAL COR DE TAMPINHA VAI QUERER
UM ALUNO POR VEZ,JOGA O DADO E A COR QUE CAIR,É O CAVALO QUE VAI ANDAR
VENCE O ALUNO QUE CHEGAR AO FINAL PRIMEIRO

 

É muito importante, na primeira vez que que as crianças procurem trabalhar sozinhas, no entanto, sem que sejam forçadas a isso. Você, naturalmente precisa estar de olho nelas, pois gostam de por coisas na boca. Especialmente quando trabalharem com balões, algodão, jornais e peças pequeninas. Não espere uma super-produção ou que os trabalhos sejam perfeitos e com bom acabamento.
Ao praticarem atividades criativas, cada vez mais exercitando a coordenação motora, você verá que elas irão aprimorando suas técnicas e resultado final do que criarem.
A repetição de atividades é também muito importante para as crianças. O que para um adulto pode parecer repetitivo, para as crianças é sempre uma aventura e encontram novidades para experenciar.
Experimente, depois de duas semanas que apresentou determinada atividade, colocar à disposição das crianças o mesmo tipo de material que já aplicou anteriormente e verá quanto progresso elas demonstrarão realizar.
Uma idéia para crianças que engatinham
Se você sabe tricotar, faça uma luva, se não adquira uma e pregue nas extremidades de cada dedo um pequeno sininho! Você poderá também desenhar uma carinha nos dedos e se quiser mais costure lã que será o cabelinho das carinhas. Elas adorarão!
Aventuras para crianças pequeninas
Um túnel para as crianças engatinharem por dentro pode ser feito com papelões grandes, cartolinas, diferentes tipos de tapetes, diferentes tipos de travesseiros e bolas, bóias de soprar ou animaizinhos, balões, colchas e almofadados. Experimente você primeiro mostrar para elas como devem agir para brincarem e elas aprenderão rápido. Engatinhar embaixo do túnel, brincar com balões, construir torres com travesseiros, etc.
Para o início a utilização de materiais em abundâncias talvez seja exagerada. Comece talvez com alguns papelões e depois ofereça-lhes apenas balões, etc. Uma brincadeira de cada vez.
Crianças exercitando-se na sala
Preste atenção com as brincadeiras das crianças é sempre bom ter um colchão de ginástica ou uma colcha almofadada para que as crianças possam brincar e exercitarem-se ali.
Bacia ou piscina de plástico
Para cada grupo de crianças duas piscininhas de plástico seria o ideal. Você poderá enchê-la com balões de soprar (meio murchos para não estourarem), jornais (as crianças adoram rasgá-los), algodão (de boa qualidade- para sentarem-se em cima e sentirem a textura macia). Papéis manteiga fazem um barulho agradável de se ouvir, quando se é amassado. Observando-as sempre para que não engulam objetos indesejáveis.
No outono é possível encontrar materiais como: castanhas, folhas, que também podem estar nessa pequena piscina, para que as crianças entrem dentro e desenvolvam seus sentidos.
Quando o tempo estiver quente, pode-se colocar essa piscina fora e enchê-la de água. Ponha dentro potinhos vazios de iogurte, colheres de plátstico, baldinhos e deixe-as brincar ali. Observando-as sempre.
Música com materiais de casa
Caixa de ovos, latas de bebida, colheres, pauzinhos ou hastes de madeira, etc. podem transformar-se em instrumentos musicais. Use a criatividade!
Enchendo objetos
Dê para as crianças diferentes latinhas, copos de iogurte vazios, papelões, garrafas de plástico, etc. Elas poderão encher esses objetos com areia, e no verão brincar fora ou também utilizando água. Comece você mesmo demonstrando como se pode construir uma torre, uma montanha, etc com areia, logo elas estarão fazendo o mesmo.
Conhecendo as formas
Recorte nas caixas de papelão (de produtos caseiros) ou caixas de sapato diferentes formas: círculo, triangulo, retangulo, etc.
Dê para as crianças cortiça, bloquinhos de madeira para montar, pedaços de papéis grossos e peça-as para que as coloquem nos buraquinhos (de diferentes formas) das caixas.
Rolos de papel higiênico
Dê a elas alguns rolos de papel higiênico vazios ou rolos de papel de cozinha e elas poderão brincar com eles, fazendo-os rolar, apertando-os, o mais forte consegue até rasgá-os, podem também pisar em cima!
Se as crianças forem um pouco maiorzinhas já podem pintar os rolos com tinta de dedo ou ainda colar papéizinhos coloridos que podem ser rasgados em cima
Saquinhos recheados
Uma coisa que pode ser feita rapidamente é fazer saquinhos de pano recheados ou mesmo luvas laváveis recheadas.
Encha-as com algodão, arroz, ervilha seca, castanhas, ponha sininhos em cada dedo da luva, etc. As crianças dessa idade gostam de sentir o tato e escutar o som que os objetos produzem.
Painéis de textura
Numa cartolina cole uma lixa de papel, folha de alumínio, tecido, algodão, botões, cortiça, formando dois painís. Deixem as crianças sentir as diferentes texturas.
Você pode escondê-las sobre um pano e as crianças maiorezinhas poderão pelo tato adivinhar de qual painél se trata.
Cobra de pano
Costure uma cobra comprida, feita de retalhos de tecido e encha-as com algodão. As crianças irão gostar muito de apalpá-la com a mão. Voce poderá utilizar outros materiais para enchê-la.
Recipiente de filme
Você poderá também encher um potinho de plastico desses de filme fotográfico com ervilhas secas, arroz, sininhos, pedrinhas. Depois, é só fechar bem e para segurança lacre-a com auxilio de fita isolante ou crepe.
Papelão
Pode-se pintar um papelão com tintas de dedo.
Uma caixa de papelão pode virar uma casinha. É só cortar as portas e janelas. Claro que essa caixa deverá ser grande.
Com papelão a criança maiorzinha poderá ensaiar recortes (com tesoura sem ponta) e poderá fazer estrelas, ovos de páscoa ( para servirem de móbiles após serem pintados), etc.
Lembre-se que quando elas trabalharem com tinta de dedo, devem usar uma roupa velha ou um avental e o chão ou mesa devem estar protegidos com jornal.
Aprendendo a guardar os brinquedos
Deixe as crianças guardar os brinquedos que utilizaram na aula. Elas podem pô-los em uma caixa de papelão vazia. Podem por:bolas de papel, algodão, bolinhas, etc. Quando tudo estiver dentro todo mundo canta uma musica e se houver tempo coloca-se tudo no chão novamente e de novo começam a guardar e depois a cantar.
Espelho de papel alumínio
Você pode colar uma folha de papel aluminio no chão para que as crianças ao engatinhar olhem para seu reflexo. Os pequeninos gostam de se mirar no espelho.
Travesseiros de balões
Com uma colcha de face dupla, dessas que se colocam um estofado dentro você pode fazer um grande travesseiro de balões. É só colacar nas colchas diversosbalões de ar (meio vazios para que não estourem) e então as crianças poderão engatinhar e rolar por cima.
Brincadeira na areia
Quando estiverem fora, dê à crianças forminhas, regadores, água e colheres e deixe-as brincar à vontade.
Rasgar e colar
Deixe as crianças rasgarem diferentes tipos de papéis: Jornais, papéis transparentes, coloridos, dourados e depois colarem sobre uma cartolina ou papél.
Tecido e lã
Colar restos de tecidos de diferentes formas e tamanhos. Para se colar lã é necessário uma destreza maior, pois a criança precisará firmá-la com a ajuda outros dedos para que se fixe no papel.
Caixas de ovos vazias
São também boas para que as crianças as rasgem ou para ser utilizada na confecção de papel maché – que serve-se como ótimo recurso para fazer brinquedos diversos: galinhas, frutas, máscaras, etc.
As crianças também poderão brincar de colocar materiais dentro da caixinha de ovos: papéis amassados, cortiças, etc. Tome porém, cuidado para que não levem objetos pequenos na boca.
Rasgar e cortar
Catálogos velhos ou jornais podem ser um ótimo material para que as crianças brinquem de rasgar. Quando são maiores podem exercitar-se em cortar as figuras. (lembre-se com tesoura sem ponta)
Areia e cola
A areia pode ser muuito bem misturada com a cola, com isso aplicar essa mistura em latinhas e em cima enfeitar com conchinhas do mar, etc.
Navio de puxar
Com uma caixa de ovos podemos construir um navio de puxar. Com isso as crianças podem pintá-lo com tinta de dedo . Ponha um barbante em uma extremidade e o barquinho está pronto.
Colar de macarrão
Com um cordão e vários macarrõezinhos é possivel fazer um colarzinho! As maiorezinhas treinarão sua coordenação motora e adorarão o resultado final.

 



Ainda não achou o que procurava? Faça uma busca abaixo:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Palavras Chave: , , ,

Deixe uma Resposta

Visite nosso novo site muitas novidades para o natal!

Blog Cantinho do Saber

FECHAR